Entertainment Fundação Fé e Alegria é homenageada

Fundação Fé e Alegria é homenageada

-

- Advertisment -
- Advertisement -

Há 30 anos crianças e adolescentes capixabas vítimas de negligência e de violência no ambiente familiar vêm sendo acolhidos pela Fundação Fé e Alegria, que os protegem e prestam assistência com atividades socioeducativas. A entidade tem caráter filantrópico e é ligada aos jesuítas. 

Para homenagear as três décadas de atuação da fundação no Espírito Santo, a Assembleia Legislativa realizou sessão solene na noite de quarta-feira (27). Houve a entrega de certificados a pessoas e instituições que colaboram com o trabalho da instituição.

- Advertisement -

Veja as fotos da sessão solene

O coordenador regional da fundação, Vilmar Burzlaff, explicou que a entidade mantém quatro abrigos em Vitória e uma unidade socioeducativa em Cariacica. Também participa do programa Família Acolhedora, em que crianças e adolescentes são encaminhados para lares que se disponham a recebê-los provisoriamente.

No município de Laranja da Terra, a fundação atua em outra linha de assistência, desenvolvendo atividades de educação ambiental e capacitando jovens agricultores familiares.

Sonho

Ao todo, mais de 200 crianças e adolescentes são atendidos em Vitória e Cariacica. Ezequias Silva, de 16 anos, é um deles. Ele relatou que, em função de problemas de violência no ambiente familiar, foi encaminhado aos 13 anos para um abrigo em Vitória da Fundação Fé e Alegria do Brasil, após o Conselho Tutelar ter sido acionado por vizinhos.

"Lá eu sou bem tratado e estou estudando, faço o primeiro ano do ensino médio. Meu sonho é ser jogador de futebol ou professor de educação física", contou.

Além de Ezequias, vários atendidos pela instituição compareceram à sessão solene. Parte delas integra o coral infantil da unidade de Cariacica. Elas emocionaram o público cantando as músicas "Depende de Nós”, de Ivan Lins, e  "Mais uma vez”, de Renato Russo".

Leia mais:  Sem Bolsonaro, apoiadores vão às ruas em defesa do governo e contra o centrão

Contribuições

Vilmar Burzlaff afirmou que a homenagem na Assembleia Legislativa é importante porque, além do reconhecimento, ajuda a divulgar as atividades realizadas, o que pode abrir caminhos para novas parcerias. Quem quiser ajudar a instituição pode acessar o site  www.feealegria.org.br  ou ligar no telefone (27) 3025-2398.

"Estamos de portas abertas para que os interessados conheçam como funcionam os nossos serviços. As crianças e as equipes de apoio ficam muito contentes quando recebem visitas", disse.

O proponente da sessão solene, deputado Engenheiro José Esmeraldo (MDB), afirmou que homenagear instituições que praticam o bem como a Fundação Fé e Alegria do Brasil é uma alegria para o seu mandato.

"Nos emocionamos muito com essas crianças cantando músicas lindas aqui na Assembleia; temas que falam de amor, de solidariedade, de sonhos. São crianças abandonados no próprio lar, que eram maltratadas, mas que encontraram nessa instituição (a fundação) um socorro e um amparo", frisou.

Rede mundial 

A Fundação Fé e Alegria do Brasil faz parte de uma rede mundial que dissemina em vários países um movimento de educação popular integral e de promoção social.

As ações são dirigidas a setores empobrecidos da população, atendendo principalmente crianças e jovens discriminados por razões étnicas, culturais, de gênero ou por necessidades especiais.

O movimento teve início em 1955, quando o padre jesuíta José Maria Vélaz e alguns colaboradores criaram a primeira escola para crianças de uma comunidade carente de Caracas, na Venezuela.

Desde então esse trabalho se expandiu para mais de 3 mil unidades de atendimento, formando uma rede de abrigos e espaços com atividades socioeducativas em 25 países da América Latina, Europa e Continente Africano, atendendo 1,5 milhão de pessoas.  

Leia mais:  Parlamentares questionam estrutura e contratos do Hospital Infantil

Em 1981, a Fundação Fé e Alegria foi instituída no Brasil, com atuação preponderante nas áreas de educação e assistência social. Atualmente, a instituição está presente em 14 estados brasileiros.

No Espírito Santo, os trabalhos foram iniciados em 1989, na capital Vitória, expandindo-se para Cariacica e Laranja da Terra. Em parceria com comunidades, sociedade civil, governos, autarquias, universidades e empresas, a fundação desenvolve programas nas áreas de educação, cultura, comunicação e ação pública.

Confira os homenageados

  • Aglair Ramlow
  • Arlete Maria Pinheiro Schubert
  • Associação Albergue Martim Lutero
  • Associação da Obras Pavonianas
  • Associação Educacional União Laranjense
  • Associação Nóbrega de Educação e Assistência Social
  • Beatriz Machado Caiado
  • Companhia de Jesus – Jesuítas Brasil
  • Comunidade Evangélica de Confissão Luterana em Vitória
  • Daniel Krause
  • Elisa Maria Miertschink
  • Escola Ludovico Pavoni
  • Família Pavoniana de Vitória
  • Grupo da Parceria Brasil – Alemanha
  • Lírio Drescher
  • Luciana Machado Caiado Cagmin
  • Mara Perpétua Banhos Pereira
  • Nilza Boldt da Silva
  • Nitze Maria Ewald
  • Nivalda da Silva Braga
  • Pedro Lopes de Oliveira
  • Programa Mesa Brasil – SESC
  • Secretaria Municipal de Assistência Social de Cariacica
  • Secretaria Municipal de Assistência Social de Vitória
  • Tereza Schuwanz Burzlaff
  • Vilmar Burzlaff

Fonte: fanoticias.com.br/fundao-f-e-alegria-homenageada

Deixe uma resposta

Últimas Notícias

Corpo de Gugu deixa hospital após retirada de órgãos para doação

O comunicado reforça que os órgãos são única e exclusivamente doados...

Sooretama vai abrir seleção para professores de História

A Prefeitura de Sooretama, no Norte do Espírito Santo, vai abrir processo seletivo para contratação de professores temporários de...

Dólar de volta a R$ 4: otimismo toma conta do mercado financeiro

Em um dia de otimismo no mercado financeiro, a...

TRF derruba decisão liminar que suspendia registro de 63 defensivos agrícolas

O Tribunal Regional Federal da 5ª Região derrubou nesta quinta-feira (28) a decisão liminar que suspendia o registro de...
- Advertisement -

Arrecadação federal chega a R$ 135,2 bilhões em outubro

A arrecadação das receitas federais somou R$ 135,202 bilhões em outubro,...

Comarca de Mimoso seleciona projeto social para receber até R$ 8 mil

Projetos sociais de Mimoso do Sul interessados em receber recursos de prestação pecuniária objeto de transação penal, suspensão condicional...

Mais Lidas

- Advertisement -

Quem sabe você goste 😉Relacionados
Recomendamos para