13 C
Brasília
28 maio 2020

Quem é Jair Messias Bolsonaro?

Quem é Jair Messias Bolsonaro, o presidente do Brasil
Quem é Jair Messias Bolsonaro, o presidente do Brasil

Natural da cidade de Glicério, localizada em São Paulo, o atual Presidente da República do Brasil, Jair Messias Bolsonaro, tem 64 anos de idade e é um militar da reserva, casado, atualmente, com Michele Bolsonaro. Jair, hoje, é filiado ao Partido Social Liberal, mas já foi do PSC, PP, PTB, PFL, PRP e do PDC. O lema de sua campanha presidencial foi “Brasil acima de tudo. Deus acima de todos”.

O 38º Presidente da República tem três filhos engajados na política: Carlos (vereador), Flávio (senador) e Eduardo Bolsonaro (deputado), além disso, seu irmão Renato Bolsonaro também é político.

Formação Profissional

Acompanhe nossas atualizações em seu Facebook siga nossa Página!

Em sua trajetória pelo Exército Brasileiro, Jair Bolsonaro iniciou na Escola Preparatória de Cadetes do Exército. Depois, ele se formou na Academia Militar das Agulhas Negras, no ano de 1977, e atuou como paraquedista e, também, no grupo de artilharia de campanha.

Entre 1979 e 1981, Jair Bolsonaro foi capitão do exército. Após, se especializou em paraquedismo na Brigada de Infantaria do Rio de Janeiro e serviu ao exército até 1988, quando entrou para a política.

No ano de 1986, Jair ganhou notoriedade ao redigir um artigo para a revista Veja, no qual reclamava dos salários dos oficiais do exército. O título da publicação era “O salário está baixo”. Na época, o militar recebeu o apoio de seus colegas.

Ingresso na Política

Em 1988, o então capitão do Exército entrou para a reserva a fim de concorrer ao cargo de Vereador para a Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Foi então que começou a sua trajetória na política. Na época de sua candidatura, ele era filiado ao Partido Democrata Cristão e foi eleito como vereador.

Já no ano de 1990, passou a se candidatar para o cargo de deputado estadual pelo Rio de Janeiro. Com expressivos 464 mil votos, foi o candidato mais votado pela população carioca e reeleito por seis vezes consecutivas.

Trajetória Política: de deputado a Presidente da República

- publicidade -

Ao longo de sua atuação na Câmara dos Deputados, Bolsonaro se tornou conhecido por todo o Brasil pela sua forte personalidade e pelo seu discurso contra a violência e a corrupção. Sem papas na língua e sem medo de confrontar os adversários, o político conquistou a antipatia de muitos colegas da Câmara dos Deputados.

No entanto, ele também conseguiu o apoio de milhões de brasileiros cansados de tantos escândalos de corrupção envolvendo os governantes do país na época. Além disso, Bolsonaro atuou fortemente contra a ideologia de gênero que estava em alta nas escolas públicas do país. Outra bandeira levantada pelo político foi o combate a crescente violência que assombra a população brasileira.

Sua campanha como candidato à Presidência da República ganhou apoio popular muito antes de ser lançada, em agosto do ano de 2018, pelo Partido Social Liberal (PSL). O vice-presidente escolhido foi o general Hamilton Mourão.

Principais Posicionamentos

Na biografia de seu site oficial, Bolsonaro se posiciona como um defensor “da família, da soberania nacional, do direito à propriedade e dos valores sociais do trabalho e da livre iniciativa”. Ainda de acordo com o site do Presidente, as bandeiras por ele levantadas são fortemente combatidas pelos integrantes dos partidos políticos esquerdistas.

Além disso, a opinião de Bolsonaro sobre diversos temas já foram conhecidas no decorrer de sua história na política.

Confira, a seguir, alguns dos seus posicionamentos mais conhecidos.

Reeleição

Jair Bolsonaro já se manifestou diversas vezes contra a reeleição para presidente da República.

Durante uma entrevista em outubro de 2018 ele disse que, caso fosse eleito, gostaria de fazer uma reforma política para reduzir a quantidade de políticos no Congresso Nacional e também acabar com a possibilidade de reeleição presidencial, começando por ele mesmo.

Bolsonaro já votou contra emenda que estabelecia o direito de reeleição de chefes do Poder Executivo.

Além disso, esteve entre os parlamentares responsáveis por fazer a denúncia para a mídia da compra de votos feita com o intuito de que o projeto de emenda fosse aprovado.

Posse de armas e Agricultura

Outro ponto relevante na trajetória política do atual Presidente da República é a sua posição em relação à posse de armas pela população comum. Jair Bolsonaro sempre defendeu que o Estatuto do Desarmamento fosse revogado e uma das propostas de seu plano de governo era a reformulação desse estatuto a fim de permitir que o cidadão comum tenha o direito de defender a sua propriedade, a sua vida e a vida de seus familiares ou de terceiros que porventura estiverem em risco.

Em relação aos proprietários de terras, Bolsonaro já se manifestou diversas vezes em favor de que eles tenham direito à compra de fuzis para evitar invasões do Movimento Sem Terra e outras ações criminosas. Em passagem pela Agrobrasília no ano de 2018, o então pré-candidato declarou que, no que dependesse dele, todo homem do campo teria direito a ter um fuzil em sua residência.

Além disso, ele defende que as penas para os criminosos que roubarem insumos nas lavouras sejam mais duras. Ademais, Bolsonaro entende que apenas o Ministério da Agricultura deva ser o responsável pela decisão sobre a liberação do uso de agrotóxicos, sem a interferência da Anvisa.

Ele também defende que posturas como as do movimento de Trabalhadores Rurais sem Terra sejam tratadas como condutas criminosas.

Relações internacionais

Desde a época de sua candidatura, Bolsonaro promete fazer mudanças nas relações do Brasil com outros países. Ele afirmou por diversas vezes que o país precisava parar de atacar democracias como os Estados Unidos, Israel e Itália. Além disso, o atual Presidente declarou que o Brasil deveria parar de apoiar ditaduras e louvar ditadores como Nicolás Maduro e Fidel Castro.

Bolsonaro também manifestou o desejo de, assim como fez Donald Trump, retirar a embaixada brasileira em Israel de Tel Aviv e colocá-la em Jerusalém.

Recentemente, Jair Bolsonaro demonstrou apoio ao autodeclarado presidente da Venezuela, Juan Guaidó. O presidente brasileiro se reuniu com Guaidó no Palácio do Planalto e, após o encontro, se pronunciou dizendo que não poupará esforços com a finalidade de restabelecer a democracia no país venezuelano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

“Ditadura da toga”, diz Silas Malafaia em referência às operações a pedido do ministro Alexandre de Moraes

O pastor Silas Malafaia se pronunciou sobre a operação da Polícia Federal no inquérito...

PGR investiga Doria e outros sete governadores

A Procuradoria-Geral da República está investigando a gestão de oito governadores por suspeitas de...

Mike Pompeo reconhece oficialmente que China não dá autonomia para Hong Kong

O secretário de Estado Mike Pompeo declarou oficialmente nesta quarta-feira (27) que Hong Kong...

Doria prorroga quarentena em São Paulo e anuncia início da flexibilização

O governo de São Paulo anunciou, no início da tarde desta quarta-feira (27), a...

nOTÍCIAS rELACIONADAS

“Ditadura da toga”, diz Silas Malafaia em referência às operações a pedido do ministro Alexandre de Moraes

O pastor Silas Malafaia se pronunciou sobre a operação da Polícia Federal no inquérito...

PGR investiga Doria e outros sete governadores

A Procuradoria-Geral da República está investigando a gestão de oito governadores por suspeitas de...

Mike Pompeo reconhece oficialmente que China não dá autonomia para Hong Kong

O secretário de Estado Mike Pompeo declarou oficialmente nesta quarta-feira (27) que Hong Kong...

Doria prorroga quarentena em São Paulo e anuncia início da flexibilização

O governo de São Paulo anunciou, no início da tarde desta quarta-feira (27), a...