Conexão Política Pilotos turcos do F-35 não são mais bem-vindos nos...

Pilotos turcos do F-35 não são mais bem-vindos nos EUA – Conexão Política

-

- Advertisment -
- Advertisement -

Os Estados Unidos decidiram parar de aceitar pilotos turcos que planejam ir aos Estados Unidos para treinar em caças F-35, disseram autoridades norte-americanas.

Há meses, os EUA e a Turquia estão envolvidos em uma disputa crescente sobre os planos de Ancara, de comprar o sistema russo de defesa aérea S-400. Segundo os americanos, isso é uma ameaça para o Lockheed Martin Corp F-35.

- Advertisement -

“O S-400 é um sistema russo projetado para disparar contra uma aeronave como o F-35. E é impensável supor que a Rússia não aproveitaria a oportunidade para obter informações sobre isso”, disse Kathryn Wheelbarger, vice-ministra da Defesa.

Base Aérea de Luke

Ainda não houve uma decisão formal de interromper o treinamento dos pilotos e equipes de manutenção turcos na Base Aérea de Luke, no Arizona. Ainda assim, a Reuters informou na semana passada que o passo estava sendo seriamente considerado.

Atualmente, 4 pilotos turcos estão treinando em Luke e 2 estão na base dos EUA trabalhando como instrutores. Além desses 6 oficiais turcos, há outros 20 mantenedores de aeronaves turcos na base em treinamento, disse o Exército dos EUA.

Relação entre aliados

A Turquia manifestou interesse em comprar 100 caças, o que teria um valor total de US $ 9 bilhões. Porém, se a Turquia for removida do programa F-35, a relação entre os dois parceiros poderia sofrer uma das rupturas mais significativas da história entre os dois países.

Mas as tensões nos laços entre Washington e Ancara já se estendem além do F-35 para incluir estratégias conflitantes na Síria, sanções contra o Irã e a detenção de funcionários consulares dos EUA na Turquia.

Nesta terça-feira (4), o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, disse que é indiscutível a Turquia abandonar o acordo com os russos. Em reação à declaração de Erdogan, Wheelberger chamou um possível acordo turco com os russos de “devastador” e um grande golpe para o programa F-35 e o papel turco dentro da OTAN.

Os EUA afirmaram que a Turquia não poderá ter as duas coisas. Mas até agora, não deu passos para reduzir ou interromper o treinamento planejado de pilotos turcos no programa, uma represália que pode ser vista como uma desgraça na Turquia.

De acordo com a agência de notícias Reuters, as autoridades norte-americanas deixaram em aberto a possibilidade de reverter a decisão, caso a Turquia mude seus planos.

O Pentágono se recusou a comentar se aceitaria novos pilotos turcos. Mas tem enfatizado que estão ocorrendo discussões com Ancara sobre a possível venda de defesas contra mísseis Patriot da Turquia, fabricadas pela Raytheon Co.

No entanto, Erdogan disse que os Estados Unidos não apresentaram uma oferta tão boa quanto a russa do S-400.

O Conexão Política é um portal de notícias independente. Ajude-nos a continuarmos com um jornalismo livre, sem amarras e sem dinheiro público » APOIAR

Fonte: conexaopolitica.com.br/mundo/pilotos-turcos-do-f-35-nao-sao-mais-bem-vindos-nos-eua

Deixe uma resposta

Últimas Notícias

Ricardo Salles ironiza ausência de apoio do Greenpeace ao Nordeste

Após as recentes declarações sobre as manchas de óleo...

MEC anuncia 54 escolas selecionadas para o programa cívico-militar

MEC anuncia 54 escolas selecionadas para o programa cívico-militar O Ministério da Educação anunciou hoje (21) as 54 escolas...
- Advertisement -

Galvão Bueno é internado e não narra final da Libertadores na Globo

O narrador passou mal e foi submetido a um “cateterismo para desobstrução de uma artéria coronariana” Galvão Bueno, 69,...

Mais Lidas

- Advertisement -

Quem sabe você goste 😉Relacionados
Recomendamos para