Gustavo, Montezano, o novo presidente do BNDES, foi empossado na última terça-feira (16).

Ele substitui Joaquim Levy, que renunciou ao cargo em junho depois de um presidente a declarar publicamente que estava insatisfeito com o desempenho da empresa.

Em uma breve coletiva após a cerimônia de posse no Palácio do planalto, Montezano, disse que a prioridade é para explicar o chamado “caixa preta” das instituições financeiras.

“O que nós estamos propondo fazer é explicar para a caixa preta. Há uma questão à luz do que é, ou não é em uma empresa brasileira. Cada um me diz uma informação diferente sobre o mesmo. No final de dois meses, eu quero ser capaz de explicar este conjunto de regulamentos, de empréstimos, de perdas nas empresas, o que no contexto da ‘caixa preta’. O que vai sair deste estudo, eu prefiro não comentar sobre isso agora. Eu prefiro fazer o dever de casa, e ao advogado sobre esse assunto”, disse ele.

O novo presidente do banco, a conclusão deve ser “transparente” para a mídia e a sociedade em geral.

“Qualquer coisa que eu diga você agora, pode ser imaturo ou incompleta. Esperar dois meses para que possamos obter algo pleno e completo. É uma prioridade para o [número] de banco. O aspecto da imagem, do protocolo, temos que analisar sobre todos esses pontos de vista”, finalizou.

A Ligação Política é a de ser um portal de notícias independente. Por favor, ajude-nos a continuar com o jornalismo livre, sem amarras e sem recursos públicos ” para APOIO

FAÇA UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here