CEO da Disney, Bob Iger, diz que empresa poderá sair da Geórgia caso lei antiaborto se sustente   Conexão Política

O CEO da Disney, Bob Iger, disse que a empresa possa sair da Geórgia, em caso de que a lei antiaborto que se alimente de Acesso da Política

Bob Iger, presidente e ceo da the Walt Disney Company, que disse que vai ser difícil continuar com a relação comercial, no estado de Geórgia, a partir da aprovação de uma severa lei contra o aborto no estado.

As observações da Iger o colocam de acordo com o lobby do aborto, pelo fato de Planned Parenthood, para a esquerda, depois de todos esses fatos, e de ativistas políticos que endossaram de tudo, desde a greve de um grupo de boicotes, em protesto contra a nova lei.

“Não vejo nenhuma utilidade em continuar a fazer neste país”, disse Bob Iger.

A agência Reuters, Iger disse: “[…] vai ser muito difícil de produzir lá. […] Muitas das pessoas que trabalham e para os que não querem trabalhar, e vamos ter que adaptar-se aos desejos”.

A lei da Geórgia proíbe o aborto, já que a freqüência cardíaca fetal é uma das partes. Os comentários de Iger ocorrem no meio da iniciativa de Disney para levar seu conteúdo para os serviços de streaming.

A Ligação com a Política, é um portal de notícias independente. Ajuda-Nos a seguir em frente, com um jornalismo livre, sem amarras e sem o dinheiro público para APOIAR a

Fonte: conexaopolitica.com.br/mundo/ceo-da-disney-bob-iger-diz-que-empresa-podera-sair-da-georgia-caso-lei-antiaborto-se-sustente