Na quinta-feira (4), um candidato à Presidência da Argentina, senhor. Alberto Fernandez, visitou o ex-presidente Lula, na direção da Polícia Federal na cidade de Curitiba, onde o petista tem sido realizado desde abril de 2018, depois de ter sido condenado em duas instâncias, incluindo a aceitação de suborno e lavagem de dinheiro.

França é o companheiro de chapa de senador e ex-presidente da Argentina, Cristina fernández de Kirchner, que nesta eleição vai ser o candidato a vice-presidente.

Ele foi um crítico da prisão, com Lula dizendo que é uma “concepção do estado de Direito”.

A presidente argentina também prometeu manter ao lado do brasil.

“Eu sou um professor de Direito Penal na Universidade de Buenos Aires, Buenos Aires por mais de 40 anos atrás, e eu estou muito preocupado com a prisão do país”, disse ele.

“Talvez o governo do brasil não percebe que você está criando uma mancha é muito grande para mantê-lo preso por um nome, como “Lula”, disse ele.

Alberto Fernandez, foi na carceragem ser acompanhado pelo ex-ministro Celso Amorim (Relações exteriores).

Amorim também disse que Fernández é o candidato de Lula, a eleição na argentina.

A placa é a França e a Argentina, que ocupa o primeiro lugar nas pesquisas de intenção de voto no país.

A Ligação Política é a de ser um portal de notícias independente. Por favor, ajude-nos a continuar com o jornalismo livre, sem amarras e sem recursos públicos ” para APOIO

Deixe uma resposta