Entertainment Mototaxista quase é decapitado por fio de telefonia e...

Mototaxista quase é decapitado por fio de telefonia e promete processar empresa

-

- Advertisment -
- Advertisement -

Com cicatriz de ponta a ponta no pescoço%2C o mototaxista já voltou a trabalhar%3A
Com cicatriz de ponta a ponta no pescoço%2C o mototaxista já voltou a trabalhar%3A
arrow-options O Dia/Cleber Mendes

Com cicatriz de ponta a ponta no pescoço, o mototaxista já voltou a trabalhar: “Foi sorte”

- Advertisement -

Desde a última segunda-feira (25), o mototaxista Jonatas Melo, de 25 anos, carrega uma profunda cicatriz no pescoço, que provavelmente ficará por toda a vida. Ele passava, pela manhã, na Rua General José Cristino, no bairro de São Cristóvão, onde iria buscar uma passageira. Foi quando um fio, solto na via, prendeu em seu pescoço e o enforcou. Por sorte, como ele mesmo define, a fibra rapidamente arrebentou e o jovem se salvou.

Leia também: Mulher sofre sequestro relâmpago na porta de creche no Rio de Janeiro; assista

“Senti do nada uma pressão me enforcando. Então o fio arrebentou e foi rasgando o meu pescoço. Na hora, achei que tinha perdido a vida, já era. Mas consegui parar a moto sem cair e tive ajuda das pessoas na rua”, conta o mototaxista , que foi socorrido para o Hospital Estadual Anchieta, no Caju.

Outro fator que o ajudou foi a velocidade da moto . “Estava devagar, no máximo a 50km/h. Se eu tivesse mais rápido ia cortar meu pescoço com ainda mais força. Eu nem vi o fio , só senti”, afirma ele.

Com uma cicatriz de ponta a ponta, Jonatas ainda guardou um pedaço do material. Assim, pôde identificar que o fio pertence a uma operadora telefônica. Ele pretende entrar com uma ação judicial indenizatória. “É preciso alguma providência para esses fios pendurados. Eu fiquei com uma cicatriz, mas outra pessoa pode morrer”, cobra o mototaxista.

Próximo do acidente, muitos fios soltos

Mesmo três dias após o acidente, Jonatas Melo já voltou a trabalhar como mototaxista. “Não tenho como parar, é a minha profissão”, diz ele. Contudo, agora ele dirige a moto com mais uma preocupação: dos fios soltos nas ruas. “Foi uma segunda chance de viver”.

Leia mais:  Justiça reconhece que aeroportos podem cobrar por armazenagem de obras de arte

Na ruas de São Cristóvão, onde a vítima mora e sofreu o acidente, os fios soltos são facilmente encontrados e também são um risco para os pedestres. Em um ponto de ônibus em frente ao Centro Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas, os fios de energia elétrica já quase atingem a altura dos pedestres.

Outro grande perigo é a linha chinela e o cerol. Em abril, o porteiro José Wilton da Silva, de 26 anos, teve o pescoço e as mãos cortadas por uma linha chilena, quando transitava de moto pela Avenida Brasil.

Leia também: Polícia Civil faz operação para prender milicianos que atuam no Rio de Janeiro

De autoria do deputado Marcio Gualberto (PSL), em julho foi sancionada uma nova lei estadual que veda a utilização de qualquer elemento ou substância cortante na prática de soltar pipa e estabeleceu multa de R$ 342 para quem for flagrado portando ou usando qualquer uma das substâncias.

Deixe uma resposta

Últimas Notícias

PM que matou jovens mototaxistas trabalhava ‘com ódio’, diz colega

Em 2015, o sargento Carlos Fernando Dias Chaves teria confundido um...

Veja onde deixar o currículo para disputar emprego no estacionamento rotativo de Cachoeiro

O estacionamento rotativo do município de Cachoeiro de Itapemirim vai começar a funcionar ainda neste mês de outubro. Para...

Ricardo Salles dá ‘surra’ em Fefito e manda ele “parar de repetir besteira”

Nesta sexta-feira (25), o ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente)...

Choro, comoção e homenagens: os detalhes do velório de Gugu Liberato

O  corpo de Gugu Liberato chegou à Assembleia Legislativa de São Paulo na manhã desta quinta-feira (28). O velório...
- Advertisement -

No Dia do Doador de Sangue, internautas lamentam restrição aos gay

O critério para a restrição contra gays é considerado discriminatório, mas...

Morre idosa que há um mês e meio realizou sonho de se casar em Cachoeiro

Após se apaixonar no Lar de Idosos Adelson Rebello Moreira, em Cachoeiro, e realizar o sonho de se casar...

Mais Lidas

- Advertisement -

Quem sabe você goste 😉Relacionados
Recomendamos para