Executivos da Odebrecht relatam requerimento de R$ 1 milhão para filme de Lula   Conexão Política

Executivos da Odebrecht, relatório, reivindicação de £ 1 milhão para o filme do Lula – Conexão-Política

Imagem: Reprodução da Internet

A operação Lava Jato para investigar a captação de recursos para o financiamento do filme “Lula, o Filho do Brasil”). O contratante e Marcelo Odebrecht, e o ex-ministro Antonio Palocci já testemunhou. Nos e-mails capturados pela Polícia Federal, os oficiais do relatório “on-demand” de us$ 1 milhão para apoiar o filme, no interesse dos nossos clientes,” seria o ex-presidente brasileiro, Luiz Inácio “Lula” da Silva.

O filme, que conta a história do petista estreou em 1 de janeiro de 2010, e custou cerca de us$ 12 milhões. A Odebrecht está empenhada para R$ 750 mil, por um longo tempo. Na defesa de que o país não fez nenhum comentário sobre a investigação, a força-tarefa sobre a cidade. O produtor do longa-Luiz Carlos Barreto negou que houve tráfico de influência. A Odebrecht informou que está “trabalhando com a Lei”.

Em um comunicado na segunda-feira, 11 de dezembro, Palocci foi questionado pelo delegado de Filipe Hille Ritmo sobre seu suposto relacionamento com a produção do filme. O ex-primeiro-ministro disse que, “para cooperar no exame de ti”, mas no momento, eu seria muito tranquilo.

No mesmo dia, Marcelo Odebrecht – incriminatórias de um Lava-Stream, já está condenado e na prisão, na casa de detenção em São Paulo, também dirigida aos delegados. Durante a audiência, a PF é introduzido para o contratante por e-mails que foram extraídos a partir do seu computador, e é vinculada ao financiamento do filme. Em uma mensagem de e-mail, enviado a cinco tópicos que estejam relacionadas com o cinema, a colaboradores do grupo.

A força-tarefa localiza-se que o financiamento do filme tem a ver com o esquema de desvios e a corrupção na Empresa. A PF é, disse acreditar “que a doação é para o filme ele foi parte da agenda geral da Odebrecht, e Lula, ou, por exemplo, “uma conta de relações gerais que Emilio Odebrecht, seu pai, poderia manter-se com Lula.

Fonte: conexaopolitica.com.br/ultimas/executivos-da-odebrecht-relatam-requerimento-de-r-1-milhao-para-filme-de-lula