23.7 C
Brasília
30 maio 2020

É Necessário conhecer as intenções maldosas da Rede Globo

É Necessário conhecer as intenções maldosas da Rede Globo
É Necessário conhecer as intenções maldosas da Rede Globo

A Rede Globo de televisão deixou a ética jornalística de lado e parte para o ativismo político determinada a derrubar o Presidente Jair Messias Bolsonaro.

Colocou todo o seu arsenal tecnológico e humano a serviço de um massacre jamais visto na história de qualquer pais civilizado do ocidente.

Acompanhe nossas atualizações em seu Facebook siga nossa Página!

Tem a seu favor o Coronavírus e um confinamento obrigatório de uma população desprotegida intelectualmente, com baixos níveis educacionais, incapaz de fazer juízo crítico do que consome na frente da TV.

A guerra a Bolsonaro já não é mais velada, tornou-se escancarada e desproporcional, levando a uma inversão de papéis que atenta contra a democracia brasileira.

A Globo não é dona dos destinos do país e nem da verdade, precisa de limites, URGENTE.

Na condição de jornalista não posso me furtar a manifestar repúdio a colegas que se prestam a fazer o jogo sujo da emissora em um momento de aflição e vulnerabilidade do povo e do próprio governo. Os profissionais que produzem o conteúdo da emissora perderam a noção de ética e razoabilidade, se acham donos da verdade absoluta, ficaram cegos e alienados.

NOTÍCIAS MANIPULADAS, TIRADAS DO CONTEXTO COM MONTAGENS

As noticias manipuladas e contextualizadas de acordo com os interesses da direção da Globo passam pelas mãos de jornalistas sujeitos à códigos subliminares, a um juramento que precisa ser lembrado e honrado.

Por ordem de superiores não deviam tripudiar em um presidente eleito democraticamente seja ele quem for.

- publicidade -

Não tenho procuração para defender Bolsonaro, acho que ele também precisa de limites, precisa ouvir os profissionais que ele confia, especialmente os da comunicação, porém o que estão fazendo é um desrespeito não só a ele, mas ao povo brasileiro.

A população vem sendo submetida a uma lavagem cerebral em um momento que a televisão desempenha papel estratégico de informação e de segurança nacional.

Por acidente, acompanhei o Jornal Nacional há poucos dias e o que assisti me chocou, como a milhões de brasileiros.

Um espetáculo de sordidez inaceitável contra a imagem de um chefe de estado, sem direito ao contraditório.

Recursos áudio-visuais servindo para descontextualizar a fala do presidente, caso de polícia

Do inicio ao fim por uma hora e meia Bolsonaro foi alvo de ilações, acusações. Montagens e manipulação de informações que receberam recursos áudio visuais. Distorcendo a verdade para massacrar o presidente sem que ele pudesse se defender.

Devo lembrar que a emissora entra na casa de 92% da população e que esta briga começou antes mesmo da posse, motivada pelos cortes em verbas publicitárias portentosas que a Globo sempre usufruiu em governos anteriores, com pouco ou nenhum esforço, como se fosse um direito e não uma concessão com regras.

Porém, o resultado desse desentendimento ganha outros contornos na medida em que a veracidade do jornalismo na maior emissora do pais é corrompida.

A Globo tem concessão pública e o dever de falar a verdade, sem manipulação ou artifícios no seu conteúdo jornalístico com propósitos descabidos.

Se a Globo deixou de produzir noticias e passou a agir como um partido político, sua concessão precisa ser cassada imediatamente.

JORNALISMO SEM ÉTICA, A SERVIÇO DOS INTERESSES DA EMISSORA

No rastro da canalhice produzida por profissionais do jornalismo, governadores mal intencionados como João Dória e Witzel estão se aproveitando, da mesma forma que políticos que nunca fizeram nada pelo país, como o garoto mimado Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia, vulgo “bota-fogo”, ambos sinônimos de oportunismo. A classe jornalística não pode se submeter a este papel.

As manifestações de Bolsonaro não são libelos, estão recheadas de oportunidades para seus adversários, mas não podem ser distorcidas ao bel prazer dos inimigos políticos e nem de editores interessados em chantagear o Presidente e seus Ministros. Com efeito, Bolsonaro tem defeitos, é humano, mas não se curva a chantagens de empresários da comunicação acostumados a usar e abusar do dinheiro público.

BOLSONARO NÃO ESTÁ PROPONDO O FIM DO CONFINAMENTO, MAS UM RETORNO GRADUAL AO TRABALHO AFIM DE EVITAR UMA TRAGÉDIA MAIOR.

A ciência já mostrou que o vírus representa maior risco para pessoas com morbidades e idosos, mostrou também que COVID 19 não é ameaça para população economicamente ativa, e que se os cuidados de higiene forem tomados, a população não precisa deixar de trabalhar, pode retornar lentamente aos seus postos evitando uma catástrofe ainda maior.

Entretanto para a Globo não é a saúde do povo brasileiro que importa, e sim a destruição do Chefe da Nação e dos sonhos de quem acredita nele apesar dos seus defeitos.

Chega de CANALHICE, o Brasil é maior do que os interesses de uma emissora de televisão, tá na hora de um basta nessa perseguição covarde.

Se você chegou até aqui e concorda com este artigo. Portanto replique para a sua lista e vamos reagir a esse espetáculo de INSENSATEZ da maior emissora do país.

Por José Aparecido Ribeiro. Jornalista. Licenciado em Filosofia – BH-MG – Jornal da Cidade Online

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Justiça atropela Crivella e suspende decreto que libera a abertura de templos religiosos

O juiz Bruno Bodart, da 7ª Vara da Fazenda Pública do Rio de Janeiro,...

Bilhões de gafanhotos devoram plantações da Índia à África, aumentando as aflições dos agricultores

Da Índia e Paquistão à África e ao Oriente Médio, os agricultores enfrentam uma...

Igreja cristã é demolida no Egito e cristãos são presos

Uma igreja ortodoxa copta foi demolida e um líder cristão agredido na aldeia de...

MP do RJ vai à Justiça contra decreto de Crivella que abriu igrejas

O Ministério Público do Rio entrou com uma ação civil pública para pedir a...

nOTÍCIAS rELACIONADAS

Justiça atropela Crivella e suspende decreto que libera a abertura de templos religiosos

O juiz Bruno Bodart, da 7ª Vara da Fazenda Pública do Rio de Janeiro,...

Bilhões de gafanhotos devoram plantações da Índia à África, aumentando as aflições dos agricultores

Da Índia e Paquistão à África e ao Oriente Médio, os agricultores enfrentam uma...

Igreja cristã é demolida no Egito e cristãos são presos

Uma igreja ortodoxa copta foi demolida e um líder cristão agredido na aldeia de...

MP do RJ vai à Justiça contra decreto de Crivella que abriu igrejas

O Ministério Público do Rio entrou com uma ação civil pública para pedir a...