Dias Tóffoli libera Lula para ir a SP após morte de seu irmão
Dias Tóffoli libera Lula para ir a SP após morte de seu irmão

O ministro do STF – Supremo Tribunal Federal decidiu nesta quarta-feira (30) pela liberação para o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva, após muita discussão sobre a possibilidade de liberação do ex-presidente Tóffoli decidiu liberar.

A Polícia Federal informou a juíza Carolina Lebbos, da Polícia Federal, MPF-PR e TRF4 que o transporte do ex-presidente até o velório de seu irmão Genival Inácio da Silva, conhecido como “Vavá”.

A juizá decidiu ontem pela não liberação, porém hoje o Ministro decidiu bater o martelo e liberar Lula.

A ação dos advogados de defesa de Lula se baseiam na Lei de Execução Penal, pois o ex-presidente poderia ter sido beneficiado pelo artigo 120.

Manifestações de militantes pró-Lula devem acontecer em São Paulo com a chegada de Lula e o policiamento no entorno do velório deverá ser reforçado, pois Lula mesmo preso por diversos crimes de corrupção ativa e passiva continua idolatrado pelos petistas.

Vice presidente deu manifestação ontem (29) em favor de liberação do ex-presidente, dizendo que a saída de Lula deveria se dar por razões humanitárias.

Acompanhe o que saiu na mídia ontem 29/02

Polícia Federal alega que não dispõe de aeronaves para liberar Lula

A Polícia Federal em manifestação pública diz que não possui condições de realizar a liberação do ex-presidente Lula para comparecer ao velório de seu irmão Genival Inácio da Silva, de 79 anos, que morreu na manhã de hoje (29).

A PF disse à Juíza Carolina Lebbos que a possibilidade de Lula sair temporariamente da prisão para ir ao velório de seu irmão é insegura.

Segundo a Polícia Federal o transporte neste caso deveria ser feito através de helicópteros e suas unidades estão à disposição da cidade de Brumadinho em Minas Gerais onde aconteceu mais uma tragédia da empresa Vale do Rio Doce. Leia Mais em Contra a Corrupção.

Deixe uma resposta