Leandro Pereira Fernandes
Marataízes: Após esfaquear ex-namorada, Leandro faz ameaça de morte pelo Facebook

Apos tentativa de feminicídio ontem (05) contra ex-namorada Leandro Pereira Fernandes usou sua página pessoal no Facebook para afirmar que vai ‘terminar o serviço’.

Ontem (05) ele esteve na residência da ex-namorada em Boa Vista do Sul – Marataízes, pedindo dinheiro e esfaqueou Mayara e sua mãe. As duas foram socorridas e passam bem. No entanto familiares temiam que ele pudesse aparecer novamente.

O delinquente já possui medida protetiva impetrada por Mayara, por causa de agressões sofridas anteriormente. Leandro também já teve passagem pela polícia e é conhecido usuário de drogas. As vezes estava na igreja outras na rua se drogando.

Leandro mora em Campo Acima e está foragido desde ontem após a tentativa de homicídio, logo após o crime a polícia efetuou buscas em Marataízes e Itapemirim na tentativa de encontrar o bandido, porém até a manhã de hoje ele não foi localizado.

Em sua postagem ele marcou Mayara e mais três pessoas. Comportamento de Leandro tem sido estranho nos últimos dias em sua página no Facebook, com postagens de armas e falando sobre solidão.

Leandro Pereira Fernandes esfaqueia ex-namorada em Marataízes e foge

Ele afirma ainda que o atentado de ontem foi apenas um aviso e que agora ele irá terminar o que começou.

Em um ato terrorista ele finaliza o texto dizendo que está à procura de Mayara e em tom de deboche ainda manda um beijo.

A atitude do vagabundo é uma afronta à sociedade e as autoridades policiais, pois mesmo após um grave crime cometido contra a vida de duas mulheres ele ainda usa o Facebook para fazer novas ameaças.

Quem tiver informações sobre o paradeiro do bandido, deve entrar em contato pelo 181, serviço do Disque Denúncia da Polícia Civil. A ligação é gratuita e você não precisa se identificar.

Leia a matéria da tentativa de feminicídio cometida ontem contra Mayara.

Confira abaixo a postagem feita na manhã de hoje (06) as 08:30h.

Em suas postagens no Facebook o agressor teria compartilhado ainda um vídeo mostrando todo o poder de uma Magnum ponto 500.

Deixe uma resposta