Nesta quinta-feira (29), o presidente eleito Jair Bolsonaro recebeu a visita do Conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton , em sua casa por volta dás 6h55 da manhã. O motivo do encontro seria para discutir sobre o futuro das relações com o Brasil .

Na chegada a casa de Bolsonaro, o americano estava numa megacomitiva de segurança com três carros pretos e outro prata, enquanto helicópteros da Polícia Federal sobrevoavam a área. Várias motos do Batalhão de Choque da Polícia Militar reforçaram o esquema.

Presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, se reúne com conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton Foto: Divulgação/Assessoria de Imprensa de Jair Bolsonaro
Presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, se reúne com conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton Foto: Divulgação/Assessoria de Imprensa de Jair Bolsonaro

Americano usou as redes sociais para falar da visita

Pelo Twitter, depois do encontro, Bolton destacou que ele, Bolsonaro e a equipe de Segurança Nacional do Brasil tiveram uma discussão “ampla e muito produtiva”. O assessor da Casa Branca informou que, em nome do presidente americano Donald Trump, convidou o brasileiro para visitar os Estados Unidos.

“Tive uma ampla e muito produtiva discussão com o presidente eleito do Brasil Bolsonaro e sua equipe de segurança nacional. Estendi o convite do presidente Trump para Jair Bolsonaro visitar os EUA. Nós esperamos uma parceira dinâmica com o Brasil”,

Ao contrário do que era esperado, Bolton não disse se Trump comparecerá à posse de Bolsonaro em Brasília.

Bolsonaro também usou as redes sociais para falar do encontro

Também no Twitter, Bolsonaro classificou a reunião como “muito producente e grata”:

“Uma muito producente e grata reunião com o Conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton. Estive acompanhado de nosso futuro Ministro da Defesa (General Fernando), Relações Exteriores (Ernesto Araújo) e com o Chefe do Gabinete de Segurança Institucional (General Heleno)”.

Deixe uma resposta