Bolsonaro admite reduzir idade mínima para aposentadoria de mulheres
Bolsonaro admite reduzir idade mínima para aposentadoria de mulheres

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (28) que o governo poderá alterar a idade mínima para aposentadoria das mulheres de 62 para 60 anos no texto da reforma da Previdência já enviado ao Congresso Nacional.

A informação é do portal UOL, que participou de um café da manhã com o presidente no Palácio do Planalto.

Bolsonaro também admitiu alterações no BPC (Benefício de Prestação Continuada), pago para idosos de baixa renda, e na porcentagem da pensão por morte, que poderia passar de 60% para 70%.

Filho

Durante a conversa, Bolsonaro comentou a crise que terminou com a demissão do então ministro Gustavo Bebianno da Secretaria-Geral da Presidência.

Na ocasião, Bebbiano entrou em rota de colisão com o filho do presidente, o vereador Carlos Bolsonaro.

“Tudo passou a ter um filtro da minha parte”, disse. “Lamento o ocorrido, mas não poderia ter tomado outra decisão”, afirmou, ao comparar a sua relação com Bebbiano como um casamento quer terminou prematuramente.

Hino nas escolas

O presidente disse que advertiu pessoalmente o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, sobre o comunicado enviado às escolas para que filmassem os alunos cantando o Hino Nacional e usando o slogan da campanha eleitoral.